Inscreva-se na nossa newsletter
Prontinho! Você vai receber um e-mail para confirmar sua inscrição (olhe também as caixas de 'promoções' e 'spam').
Ops! Algo deu errado ao enviar o formulário.
Fora de expediente

Fora de Expediente com Jéssica Borsari, Employer Branding da Cora

A profissional recorre a livros de ficção e fantasia, além de viagens e videogame, para se distrair nos momentos de lazer

por

Luiza Terpins

em

16 de outubro de 2022

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Foi durante a faculdade de Engenharia de Produção em Uberaba, Minas Gerais, que a paulista Jéssica Borsari conheceu a área de marketing. A empolgação foi tanta que ela decidiu trancar o curso para atuar com isso em uma startup que na época tinha apenas cinco pessoas. "Cuidava desde a criação de conteúdo para as redes sociais à organização de eventos. Aprendi tudo na prática e me descobri como profissional de comunicação", conta.

O Employer Branding a encontrou, como ela costuma dizer, logo em seguida, quando começou na Sankhya para estruturar a área com foco em atração de talentos. "Não tinha material e fui estudar para descobrir como se fazia", diz. "Lá eu comecei a falar de cultura e entendi que carreira é tão importante quanto um produto. Na verdade, esse é o produto que a gente promove".

Após passagens pela Loggi e Zé Delivery, atualmente Jéssica trabalha com Employer Branding na Cora e, como qualquer profissional de comunicação e marketing, está sempre consumindo conteúdos e pesquisando o que outras empresas estão fazendo. "Às vezes até uma passada pelo Twitter já vira trabalho. Isso me trouxe uma necessidade enorme de desligamento", conta. A seguir, ela compartilha com Cajuína o que gosta de fazer fora do expediente.

#1: Mudando de assunto

Procuro não assistir séries ou ler livros com o intuito de aprender algo relacionado a trabalho. Evito otimizar o lazer. Gosto de me entreter para descansar, então assisto coisas como Harry Potter, This is Us, Dark…Livros que tenham alguma coisa a ver com o trabalho eu deixo para ler durante a semana pela manhã. Agora eu reli o Employer Branding da Bruna Mascarenhas e estou lendo Essencialismo. Já aos finais de semana eu recorro a romances, fantasia, ficção. Os livros da Elena Ferrante, por exemplo, são ótimos para desconectar. 

#2: Pra frente

Não gosto de academia, mas comecei a correr e me fez muito bem. Me deixou mais calma. Corro uns 30 minutos antes do trabalho. É melhor do que café [risos].

#3: Outros ares

Sempre gostei de viajar e tenho sido muito feliz com o modelo de home office e a possibilidade de férias flexíveis. Amo conhecer novas culturas e consigo explorar o desconhecido até em São Paulo. De dois anos para cá, estive em Floripa – onde corria olhando para o mar –, Rio de Janeiro, Bahia, Buenos Aires…Sempre que tem feriado eu dou uma escapada. Agora estou planejando ir para a Europa e para a Tailândia em 2023. Minha ideia é conhecer dois países por ano. 

#4: Novos sabores

Nunca fui de cozinhar, só lavava a louça, mas em 2020 eu me tornei vegetariana e tive que me virar para não ficar só no arroz e feijão. Comecei, então, a pesquisar receitas e a aprender testando. Experimento muitas receitas com hambúrgueres de grãos, abobrinhas, saladas…Mas claro que não abro mão de uma pizza e da cerveja – adoro cervejas artesanais, aliás. Na época em que trabalhava no Zé Delivery a gente tinha cupons de desconto e eu aproveitava para experimentar rótulos diferentes. 

#5: De olho na tela

Às vezes eu volto à infância jogando videogame, seja sozinha ou com meu namorado. Aqui em casa eu tenho Playstation e gosto de Street Fighter e FIFA. Ainda falando em telas, gasto horas vendo memes no Instagram, lendo threads no Twitter e assistindo TikTok. É bom para relaxar, embora de vez em quando me lembre do trabalho. 

Veja também: Fora de Expediente com Rui Brandão, CEO da Zenklub

Luiza Terpins

Luiza Terpins é editora-chefe da Cajuína. Antes, foi jornalista na Trip Editora, Head de Conteúdo no iDEXO e co-fundadora da Além.